top of page

O leão e a pátria [resenha]

Atualizado: 22 de mai. de 2023

Hoje é dia de parceria aqui no blog. Para quem não sabe, sou uma Educadora Parceira da Companhia da Educação, o departamento de educação da editora Companhia das Letras. Durante a parceria, a cada dois meses, eu recebo um livro da editora para ler e recomendar para vocês, juntamente com algumas sugestões de trabalho e atividade. O livro do mês é "O leão e a pátria" - na verdade, está atrasado, porque recebi esse livro em outubro (desculpem a demora com a resenha rs). É uma adaptação de dois contos, ou duas fábulas, do escritor uruguaio Horacio Quiroga.


O primeiro conto, "O leão", conta a história de uma cidade cujos moradores não eram totalmente felizes, pois vivia rodeada por um grupo de leões. Tentaram, de toda forma, subjugar esses animais. Como não conseguiram, decidiram oferecer a princesa em casamento ao leão, que aceitou a proposta. Após se casar com a princesa, ele passou a viver no castelo, cercado de conforto, alimentos e regalias. Dessa forma, acabou sendo domado pelo conforto da civilização humana, o que acalmou a ira dos leões e trouxe segurança aos moradores da cidade. O leão, porém, sentiu-se um traidor, por ter abandonado a liberdade e sua natureza selvagem em troca deste conforto, e decidiu consertar os erros do passado ao criar e educar os próprios filhos.


O segundo texto, "A pátria", conta a história de um grupo de animais que viviam na selva e tiveram sua vida alterada após um homem inserir-se neste meio. Um grupo de zangões adentrou a casa do homem, onde encontraram um livro que falava sobre o papel da pátria para a felicidade humana. Decidiram, então, construir sua própria pátria, para isso criaram uma bandeira nacional, além de limites e fronteiras. O problema é que a prometida felicidade nunca chegava. E os animais perceberam que a formação da pátria tirou deles aquilo que os faziam não somente animais, mas principalmente felizes: a liberdade.


O livro tem 88 páginas e muitas ilustrações, pode ser lido em uma única sentada - ou em uma única aula, o que é um ponto positivo, pois permite a leitura integral dos textos em sala de aula e de maneira coletiva. Os dois textos são curtos e propiciam reflexões interessantes sobre as relações entre homem e natureza, além de nos fazer pensar sobre o impacto dos pactos civilizatórios na perda da própria essência humana e de valores como a liberdade. Se vale a pena adotá-lo na escola? Acho válido considerar o valor do livro (R$79,90). Além disso, embora esteja classificado como quadrinhos pela editora, a obra me parece mais uma fábula ilustrada, já que não encontramos elementos mais característicos dos quadrinhos, como os balões de diálogo.


 

Na seção PARA LER NA ESCOLA, você vai sempre encontrar resenhas de livros literários (também conhecidos como paradidáticos) que são adequados para ler com os alunos do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio . Também haverá sugestões de atividades, exercícios e temas que podem ser trabalhados com os alunos durante a leitura.


 

O LEÃO E A PÁTRIA

Horacio Quiroga, adaptado e ilustrado por Odyr.

Lançado em 2022, 88 p.

Editora Companhia das Letras


"Uma flecha que, cuidadosamente apontada, sai do arco para ir direto ao alvo." Assim o uruguaio Horacio Quiroga (1878-1937) definiu a arte do conto, gênero que o consagrou como um dos maiores escritores latino-americanos do século XX. Influenciado pela vida em Misiones e no Chaco missioneiro, no nordeste argentino, e cada vez mais obcecado por relatos fabulares e parábolas à Kipling, Quiroga escreveu onze contos reunidos sob o título de El desierto, publicado em 1924. São deste livro as duas parábolas recolhidas, adaptadas e ilustradas pelo gaúcho Odyr: "O leão" e "A pátria". Na primeira, um leão é ludibriado de modo a submeter-se à civilização. Na outra, um grupo de animais decide, a exemplo dos homens, fundar uma pátria, humanizando-se e traindo sua existência selvagem. As consequências são misteriosas e sombrias.

O leão e a pátria, ao combinar as extraordinárias visões de Odyr e Quiroga, sugere uma meditação profunda sobre homens, animais, meio ambiente e as complexas relações entre natureza e cultura.


Indicado para: anos finais do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio.

Temas: civilização, liberdade, meio ambiente, relação entre homem e natureza, pátria e nação.

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Commentaires


bottom of page